Aventura

Légende ci-dessous
Aventura

EXPEDIÇÕES

01_histoire_aventure_croisieres_captureDe forma a atrair atenção para os seus veículos de todo o terreno, lançados em 1922, André Citroën organizou uma expedição ao Deserto do Saara – Touggourt-Timbuctoo-Touggourt – de 17 de dezembro de 1922 a 7 de março de 1923.
Este sucesso foi seguido pela expedição Croisière Noire, que atravessou o Continente Africano, desde o norte até ao sul, começando em Colomb-Béchar e acabando na Cidade do Cabo, entre 28 de outubro de 1924 e 26 de junho de 1925.

A expedição The Croisière Jaune atravessou o Continente asiático, desde Beirute até Pequim, entre 4 de abril de 1931 e 12 de fevereiro de 1932. A Citroën forneceu três veículos todo o terreno ao Almirante Byrd para a sua expedição à antártida (25 de setembro de 1933 – 2 de fevereiro de 1935). Forneceu também cinco veículos à expedição Croisière Blanche, organizada de 4 de julho a 24 de outubro de 1934, nas Montanhas Rochosas do Canadá.

RALLY RAIDS

02_histoire_aventure_raids_captureO primeiro Rali Citroën (Paris-Cabul-Paris) foi organizado em agosto de 1970 e envolveu 494 Méhari, Dyan e, acima de tudo, 2CV. Seguindo a estrada usada no Croisière Jaune, o rali percorreu uma distância 16 500 quilómetros.
Foi um sucesso tão grande, que a Citroën organizou outro evento, logo no ano seguinte. O Paris-Persepolis-Paris levou 467 automóveis numa jornada de 13 500 quilómetros, até à capital do Império Persa. Em 1973, os 50 2CV que participaram no Raide Africano fizeram 8000 quilómetros pelo Deserto do Saara.

Passaram 50 anos até ao evento seguinte, em 1988, a Operação Dragão. Um total de 40 jovens, ao volante do AX, embarcaram numa jornada de 4500 km pela China, desde o norte ao sul. Em 1997, nas franjas do Master Rallye, a Citroën organizou o Berlingo Raid: de Paris a Moscovo, via Samarcanda. Foram 157 equipas a participar neste evento com 8500 quilómetros.